sexta-feira, 1 de março de 2013

A Menina que Roubava Livros

Fiquei uns bons meses empurrando a leitura de A Menina que Roubava Livros do Markus Zusak (Editora Intrínseca) com a barriga, sem qualquer motivo claro! Acho que até mais de um ano, inclusive sorteei um exemplar aqui no blog. Mesmo com tantas resenhas positivas e favoráveis à leitura, não sei o que acontecia, pegava pra ler, folheava, fechava logo em seguida e abandonava por mais um bom tempo, apesar da vontade de lê-lo. Por várias vezes deixei-o no criado mudo ao lado da cama, e até já o levei em várias viagens à praia, mas ele ficava lá esquecido. Outro dia, li num grupo literário do Facebook, uma discussão sobre o abandono de livros, que não necessariamente são ruins pra serem esquecidos, mas simplesmente aquele não é o momento propício pra eles.
Conversando com um amigo sobre nossas preferências literárias, ele me falou o quanto tinha se maravilhado com a história de Liesel Meminger, a menina, a roubadora de livros, personagem principal, e sem fazer nenhum spoiler ele foi me contando o quanto esse livro é especial.
Não deu outra, levei pra praia no feriado do Carnaval e comecei a leitura, esperando pelas lágrimas que uma outra leitora havia dito que certamente viriam.
>>> A história começa a nos envolver quando percebemos que a narradora é a Morte, e que apesar de toda sua natural morbidez, ela é extremamente simpática, afável e polida. 
O enredo acontece na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial e mesmo com todo horror e atrocidades do período do Holocausto, a história consegue ser doce e acolhedora. Acolhedora como os livros que Liesel vai roubando, desde a morte de seu irmão e que com o passar do tempo e em meio ao culto a Hitler, são a sua forma de amenizar todo o drama que vive em sua infância.
Cercada por seus pais adotivos, Rosa uma dona de casa rabugenta, mas com um coração grandioso, que lava roupas em meio a crise pra ajudar no sustento de casa, e Hans Hubermann um bonachão e generoso pintor desempregado que vez ou outra tocava acordeão e, assim como Liesel igualmente apaixonado por livros. Com ele, a menina viveu seus momentos mais felizes, principalmente quando varavam as madrugadas frias envoltos em suas leituras. Além deles conhecemos também seu amigo Rudy Steiner cúmplice de suas travessuras e que logo torna-se seu amor de infância, infelizmente mal resolvido; Ilsa Hermann a sofrida mulher do prefeito que sem perceber transforma-se numa grande amiga e provedora de livros e o judeu, Max Vandemburg, escondido no porão, que assim como Liesel é mais uma vítima tentando sobreviver, um pária sonhando com o fim do terror do nazismo. Entre um livro e outro, ambos aventuram-se por páginas lidas sofregamente, e dessa forma Liesel Meminger cultiva uma vida pela qual vale a pena lutar e acaba seduzindo a Morte, roubando mais alguns bons anos que lhe permitem sobreviver.
Num ambiente em que acolher um judeu era absolutamente contraventor, Liesel e sua família rompem com o que é "certo", e escolhem assumir todos os riscos e fazer o que é correto e bom. Me fez lembrar A Alma Imoral do rabino Nilton Bonder.  Mostram o quão humanos são, numa época tão desumana.
Os trechos em que lê nos abrigos antibombas, me parecem os momentos mais emocionantes de toda a história do livro, quando vemos em Liesel uma salvadora de pequenos instantes, alguém que compreende a dor e o desespero do outro e que atua como anestésico pra todo aquele sofrimento. As palavras não apenas a envolviam e não serviam apenas à pequena menina, mas com tamanha simplicidade eram compartilhadas com todos ali. 
Cada uma de suas palavras era uma celebração da vida, frente à morte, onde o direito de viver estava sendo cerceado. E a Morte, sempre ali por perto, sempre rodeando, porém mostrando inúmeras vezes ter muito mais sensibilidade e calor em meio a tudo aquilo.
É um livro Maravilhoso! Um clássico, eu diria!
 
E, para nosso deleite, A menina que Roubava Livros vai virar filme em 2014.
Parte do elenco já foi definida e é formada por Sophie Nelisse (Liesel), Emily Watson e Geoffrey Rush (pais adotivos).
Vamos esperar por um bom roteiro!
Beijos!!! ;***

13 comentários:

  1. Oi Mille,tudo bem?
    Excelente post.
    Gostei de visitar o seu blog!

    Abraços,
    Fernando.

    www.cabelomaniacos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi fofa , eu fiquei super feliz pelo seu comentários fofo :)

    Agradeço super viu ?

    Eu ja li esse livro , eu adorei muito serio , eu recomendo super tbm hahaha bjs bjs

    www.karolinefernanda.com

    ResponderExcluir
  3. Eu fiquei muito assustada enquanto lia o início do post, porque eu também faço o mesmo com esse livro. Inclusive, nesse momento, ele está aqui do meu lado esperando ser lido. Tenho ele a mais de 1 ano e meio, se já não tiver mais tempo. Não sei. Já tentei ler milhares de vezes e nunca consegui. Esperando que o meu momento de lê-lo chegue em breve, porque não aguento mais as pessoas comentando sobre o quanto ele é bom e tudo mais. Isso é irritante, porque eu não entendo o que de tão especial ele tem se eu não consigo ler. Enfim, amei a resenha!

    Beijos,
    Monique <3
    http://www.secretsofalittlegirl.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahah
      Interessante, vai ver ainda não é o seu momento de ler.
      Super beijo e volte sempre!

      Excluir
  4. Olá tudo bem? Venha conhecer meu Blog, post... novos de segunda a sexta, se gostar siga e me avise que seguirei o seu tb !! bjs
    http://www.mahmaquiagens.blogspot.com.br/

    ♥*´¨)*
    ¸.•*¸.•*´¨).•*¨)
    (¸.•´*(¸.•´*(.¸. • By Mah Dantas

    ResponderExcluir
  5. Esse livro é maravilhoso, me prendeu do início ao fim. Pretendo ler de novo. Será que o filme será tão bom quanto o livro?

    manhasdedezembro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nossa amiga fiquei morrendo de vontade de ler o livro,já tinha ouvido falar mas não imaginava que era tão bom,parabéns pelo post.Beijos
    http://www.chocolatecommenta.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi amor, vim aqui rapidinho para avisar que te indiquei para uma tag lá no blog. Espero que você participe! Aqui está o link: http://www.secretsofalittlegirl.com/2013/03/meme-6-arco-iris-literario/

    Beijos,
    Monique <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela indicação, vou tentar fazer, tá bom?
      beijão!!!

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails