quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Livro x Filme: Para Sempre

Vou confessar uma coisa, que acho que pouquíssimas pessoas sabem a meu respeito: sou a pessoa que mais tem preguiça de assistir filmes nesse mundo! Cinema então, nem pensar, acho que só a cada dois anos um filmezinho de nada e olhe lá. Teve uma época que ia bastante ao cinema, toda semana, mas com o tempo (aka velhice) fui ficando cada vez mais exigente e menos paciente. Prefiro mesmo é me enterrar na cama com mil livros e uma garrafa de café, e é assim que eu gosto de aplicar todo meu tempo disponível.
Perdoem-me os cinéfilos! O caso é que esse fim de semana fui arrebatada pelo espírito do meu namorado, que é completa e absolutamente o meu oposto e assiste todos os filmes que vocês puderem imaginar, e aluguei 4 filmes, ou seja: bati o recorde pelos próximos 8 anos! kkkkkkkkkkkkkk
Dentre os quatro, escolhi, justamente por sugestão do namorado o filme Para Sempre com os atores Channing Gato Tatum e a fofinha da Rachel McAdams.
E foi aqueeela coisa, como eu já tinha adiantado pra vocês na fan page aqui do Coisa (facebook.com/coisaphynna), o filme é legalzinho e só! Só inho, nada mais do que isso, não me emocionei, não perdi uma lágrima sequer e fiquei com a sensação de que eu tô mesmo ficando velha e chata, porque outras pessoas haviam dito que o filme é excelente!  Uma pena, porque a história é muito boa, mas os roteiristas deviam estar de má vontade, só pode.
Como um estalo, me lembrei que eu já tinha visto esse livro várias vezes nas Americanas, e não sei porque raios eu achava que era do Nicholas Sparks, um autor que apesar de ter um ou dois livros, não sei ao certo, também me dá uma preguicinha. Como eu sei que os livros geralmente superam mil e quinhentas vezes mais os filmes e que eles acabam sendo sempre melhores, eu decidi ir comprar o meu na segunda feira cedo, e pra minha sorte, consegui o último da prateleira. Tomara que cheguem mais exemplares, porque o livro sim é excelente!
Pra quem não sabe a história de Para Sempre é baseada em fatos reais e tá ok que o filme não é a história fiel contada no livro, é somente uma inspiração, mas precisava ser tão diferente assim? Desde a forma como o casal se conheceu que é muito mais interessante e envolvente, como o acidente aconteceu de verdade já que é um dos fatos principais da história, até suas profissões e como se relacionavam com suas famílias. Inclusive toda a luta pro Kim reconquistar o amor de sua esposa é infinitamente mais envolvente no livro, não tem nem como comparar.
Tudo foi mudado, daí pensei que se a história do filme tivesse sido um pouco mais fiel ao livro, aí sim teria sido um sucesso estrondoso e absoluto. Porque trata-se de uma história incrivelmente linda de amor, fé e superação. E lendo-o eu chorei e me emocionei, bem diferente da minha apatia com o filme!
A linguagem é muito boa e faz a gente devorá-lo num piscar de olhos. Pra vocês terem uma ideia, eu o li na segunda feira de noite, assim que cheguei do trabalho, entre a novela das 7 e a novela das 9. 
O livro sim, eu super recomendo e indico, a história é lindíssima e super vale a pena!!! Mas pra quem quiser assistir o filme, é aquele lance: você que sabe! hehehehe
Pra quem ainda não viu nada, dá uma assistidinha no trailler:
Beijos!!! ;***


5 comentários:

  1. É a primeira vez que eu vejo alguém dizer que o livro é infinitamente melhor. E eu até desconfio do motivo: és, como eu, rata de livraria e uma apaixonada por livros. Somado à isso a aparente incapacidade de transformar o livro em belo roteiro... Gostei por demais da resenha, Mi.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Dam, fiquei felicíssima com seu comentário!
      Super!!!
      Mil beijos!

      Excluir
  2. Ola tb achei o livro maavilhoso e nem tive vontade de ver o filme, que eu ja tinah ouvido falar que é "meia-boca" ...
    Adorei seu blog, acabei de conhecer,

    bjos

    Val

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails